Blog

5 dicas contra o Coronavírus no Condomínio

5 Dicas para combater o Coronavírus em Condomínios

5 dicas para combater o Coronavírus em Condomínios é o tema de hoje!

Muitos síndicos tem adotado medidas de segurança para combate ao vírus, no entanto, neste artigo vamos enumerar as principais pequenas mudanças que esse gestor pode fazer para contribuir para deixar o condomínio bem longe do Covid-19. Tempos difíceis, não? Vamos às dicas:

Dica número 1: Prestadores de Serviço

Todos os prestadores de serviço, sejam eles: motoboys, entregadores de delivery e app, correios, empregados e afins deverão sempre acessar o condomínio utilizando a máscara de proteção. Como todos sabemos, a máscara é importante para reduzir a propagação e a infecção do vírus e o argumento de que não conseguiu comprar porquê estava em falta é coisa do passado, uma vez que o próprio ministério da saúde já se posicionou que as máscaras caseiras tem certa eficácia e disponibilizou um tutorial de como produzir sua própria máscara.

Alguns condomínios, além das máscaras, optaram por não permitir o acesso de entregadores aos elevadores, deste modo, orientando que o morador desça para buscar sua encomenda. Sugerimos cautela para avaliar a realidade de cada condomínio e decidir caso a caso qual a melhor estratégia.

Dica número 2: Moradores

De nada adianta que os prestadores de serviço tomem cuidado e sigam as orientações de segurança no condomínio, se os próprios moradores não as respeitam, portanto, é válido colocar lembretes e comunicação no elevador, nos grupos de whatsapp e redes sociais do condomínio quanto às normas de segurança também por parte dos condôminos. Informação é vida!

Dica número 3: Fornecimento de álcool em gel

Dando sequencia às 5 dicas para combater o coronavírus em condomínios, chegamos a dica de número 3.

É imprescindível que o condomínio ofereça álcool em gel tanto na portaria de acesso quanto nos elevadores e demais áreas comuns que eventualmente estejam abertas. Na entrada do condomínio, ao acessar a portaria, o morador empurra a maçaneta do portão em que várias outras pessoas também manipularam e então, acessa a portaria e utiliza o álcool em gel, mas em seguida aperta o botão de chamar o elevador, entra e aperta o botão para selecionar o andar novamente. Se houver qualquer vestígio do vírus ali já sabemos o risco, portanto o fornecimento de álcool em gel também no elevador é mandatório para reduzir o risco de infecção de todos.

Dica número 4: fechamento academia, piscina, pátio e áreas comuns não obrigatórias

Diálogo com os moradores para verificar a possibilidade do fechamento das áreas comuns do edifício é um bom caminho para que todos cheguem num senso comum. Como sabemos, as academias de condomínios podem ser um replicador voraz do vírus, pois muitas pessoas manipulam muitos equipamentos ao mesmo tempo, sendo assim importantíssimo a decisão em conjunto para definir o protocolo que será adotado. A regra pode servir também para o playground, a piscina, o salão de jogos e afins.

Entretanto, recentemente o Presidente da República anunciou veto à proibição de festas em condomínio e outras situações. Você pode saber mais aqui.

Dica número 5: Bom senso

Encerramos as 5 dicas com a palavra de ordem do momento: o bom senso. Embora seja uma dica simples e um pouco tanto óbvia, o bom senso é o elemento mais escasso nos dias atuais e grande divisor de águas nessas situações, quando, de um lado podemos avaliar o relaxamento de algumas medidas prezando pela harmonia de todos, de outro, ponderar nossa exposição no sentido de proteger a saúde de nossa comunidade.

Lavar sempre as mãos antes de sair e ao retornar ao apartamento, evitar aglomerações, evitar contato físico desnecessário, não levar as mãos ao nariz, boca e olhos e manter um distanciamento de 1,5 metro de outras pessoas são dicas básicas mas que salvam vidas.

Ademais, sejamos pacientes que logo logo, isso tudo irá passar!

Post anterior
Sinistro em Seguro de Condomínio, e agora?
Próximo post
Seguro Condomínio
Menu
Cotação via WhatsApp! whatsapp